Rio 2016: Aeroportos brasileiros atingem pontualidade de 95,6%

Índice é o melhor já registrado em uma operação especial no País

11 de agosto de 2016

Aeroporto do Galeão (Divulgação/Rio Galeão)

Na primeira semana dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a aviação brasileira opera com o melhor índice de pontualidade já registrado em uma operação especial do setor no País.

A marca atingiu 95,6% no período entre 31 de julho e 6 de agosto, considerado um dos picos de demanda aeroportuária durante o megaevento esportivo.

Nos nove aeroportos que concentram maior volume de chegadas e saídas para a Rio 2016, foram transportados cerca de 2,87 milhões passageiros, dos quais aproximadamente 595 mil nos dois aeroportos do Rio.

Só o aeroporto de Guarulhos movimentou mais de 715 mil passageiros na primeira semana do evento. As estatísticas operacionais são apuradas diariamente pela Sala Master de Comando e Controle da Aviação Civil para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, localizada no Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea.

O patamar de atrasos de 4,4% está acima da excelência prevista no planejamento do setor de aviação para o período da Rio 2016. O governo brasileiro, por meio da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), trabalha com a meta de manter abaixo de 15% os atrasos de até 30 minutos do horário da partida dos voos.

O principal indicativo de reconhecimento da qualidade do serviço aeroportuário no Brasil é a opinião do passageiro. Nesse período analisado pela Secretaria de Aviação Civil, a experiência de chegada e saída dos terminais manteve o padrão de excelência oferecido em dias comuns nos aeroportos do País.

Em uma escala de 1 a 5, a média de satisfação apurada chega a 4,19, o que representa a consolidação de melhorias de infraestrutura e perfeita adequação da atividade dos terminais a picos de demanda.

Em aeroportos como o Galeão, portão de referência para chegadas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, a nota da primeira semana do evento é, inclusive, melhor que a média apurada em momentos de normalidade operacional: 4,16, diante de 3,91 no último trimestre e 3,79 na Copa do Mundo, representando uma melhora de quase 10%. O aeroporto de Guarulhos, com média 4,61, está no topo do ranking de satisfação do período considerado; já o aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio, ficou com 4,24.

 

*  informações da Secretaria de Aviação Civil (SAC)

Redação Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Fone: (11) 3101-1912

Comentários