Preços das passagens caem e hotéis sobem

22 de julho de 2014

Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

O preço das passagens aéreas foi um dos principais motivos que levaram a prévia da inflação de julho a desacelerar, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados nesta terça-feira (22). Com o efeito contrário, o preço dos hotéis subiu 28% no período.

Os bilhetes de avião ficaram 26,77% mais baratos em julho, a maior queda individual de preços entre os itens registrados pelo IBGE para o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15), considerado uma prévia da inflação oficial.

Além dos transportes (que, num geral, apresentaram queda de 0,85% no mês), os preços de produtos alimentícios também desaceleraram entre a segunda quinzena de junho e a primeira de julho, acumulando queda de 0,03%.

Hotéias sobem

Uma alta de 28,63% nos preços dos serviços de hotéis fizeram com que a categoria de “despesas pessoais” tivesse alta no IPCA-15 de julho. No todo, o grupo apresentou alta de 1,76%.

A região metropolitana de Fortaleza se destacou pelo aumento de 57,95% nos valores das diárias, seguida de Brasília, onde os preços subiram 45,74%. No Rio de Janeiro, as diárias subiram, em média 35%.

Redação com informações do UOL

Redação Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Fone: (11) 3101-1912

Comentários