Comissário de voo é essencial para a segurança na aviação

Profissão é comemorada no dia 31 de maio em todo o mundo

Por: Redação Revista Embarque - 31 de maio de 2017

Divulgação

Em 31 de maio comemora-se o Dia Internacional do Comissário de Voo,  funcionário que, além de zelar pelo conforto dos passageiros, é responsável pela segurança na aviação. Por conhecer bem a aeronave, esse profissional  tem o papel de inspetor das condições gerais do avião durante o voo e, assim, pode comunicar alguma eventualidade ao piloto e o copiloto.

A profissão surgiu na década de 1930, nos Estados Unidos. Naquela época, os passageiros eram atendidos pelos pilotos, que davam chicletes para equilibrar a pressão interna dos ouvidos, chumaços de algodão para proteger o ouvido do ruído dos motores das aeronaves e sacos plásticos para amenizar a indisposição. Mas o acúmulo de funções não deu certo.

Em 1930, um executivo da Boeing Air Transport (antecessora da United Airlines), Steve Simpson, de São Francisco, auxiliado pela enfermeira, Ellen Church, apaixonada pela aviação, propôs um novo tipo de atendimento: a contratação de enfermeiras para ajudar os passageiros que passavam mal. Os aviões daquela época não eram pressurizados, voavam baixo, em ar turbulento, e eram muito barulhentos, fatos que deixava os passageiros nervosos.

O primeiro voo com comissárias ocorreu em maio de 1930, entre Oakland, Califórnia, a Chicago, Illinois, e durou 20 horas, com 13 escalas. A partir daí, a profissão atraiu milhares de jovens em todo o mundo.

Requisitos para ser comissário de voo

Para seguir a carreira o candidato deve ter entre 18 e 29 anos, ensino médio completo e ser bilíngue. Outro importante requisito é a altura, estando entre 1,58 m e 1,70 m para as mulheres, e entre 1,65 m e 1,75 m para os homens. Este requisito é funcional, pois  um comissário muito alto teria dificuldade para se locomover na aeronave, enquanto que um outro que tenha estatura muito baixa não seria capaz de alcançar o compartimento reservado para a bagagem de mão dos passageiros.

Além disso, o candidato deve se submeter a um treinamento profissional em qualquer escola homologada pelo DAC (Departamento de Aviação Civil). O curso preparatório tem disciplinas práticas e teóricas, que envolvem matérias como primeiros socorros, sobrevivência na selva e combate ao fogo.

A Revista Embarque parabeniza todos os comissários de voo que asseguram um voo tranquilo e seguro aos passageiros.

Confira a seguir, o vídeo da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) em homenagem a esses profissionais:

 

 

Redação Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Fone: (11) 3101-1912

Comentários