Azul é a aérea que mais transporta órgãos pelo país

Segundo a companhia, somente no mês de agosto deste ano, foram transportados mais de 400 órgãos, quase metade do total carregado por outras empresas e por aviões oficiais

Por: Redação Revista Embarque - 27 de setembro de 2017

No Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos, celebrado nesta quarta-feira (27), a Azul Linhas Aéreas, comemora a marca de aérea que mais carrega vidas e esperança pelo Brasil.

Segundo a companhia, somente no mês de agosto deste ano, foram  transportados mais de 400 órgãos, quase metade do total carregado por outras empresas e por aviões oficiais. Já ao longo de 2016, 4.512 órgãos foram transportados por aeronaves oficiais e comerciais, sendo 33% desse total levados pela Azul.

 Os dados da Central Nacional de Transplantes (CNT), instituição vinculada ao Ministério da Saúde, demonstram que a Azul abraçou a missão de garantir que órgãos e tecidos cheguem ao seu destino com integridade e rapidez.

Foi com esse entendimento que a companhia levou até o Recife um rim, que foi responsável por salvar a vida de Wilza Teresinha, de 45 anos. A moradora de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, estava na fila há três anos e recebeu o transplante há dois meses. A notícia de que a longa espera tinha acabado chegou no dia 4 de agosto deste ano, quando ela estava a caminho de uma festa. Sem saber, Wilza foi submetida ao transplante com o órgão transportado pela Azul e hoje está em fase de recuperação.

“Eu passei mal praticamente todos os dias por quase três anos. Lembro que quando recebi a informação de que tinha chegado a minha vez de operar, eu quase desmaiei. Hoje, graças a Deus, estou me recuperando e respondendo bem ao tratamento”, conta Wilza.

O transporte de órgãos por via aérea é resultado de um termo de cooperação entre a União, as companhias aéreas e a Força Aérea Brasileira. Nove em cada dez órgãos que viajam pelo céu do país são transportados em voos domésticos.

 

Redação Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Fone: (11) 3101-1912

Comentários