Aeroporto em Orlando apresenta sistema de segurança acima do exigido pelo governo americano

Terminal conta com câmeras de alta definição em HDTV que são interligadas diretamente ao FBI

22 de setembro de 2015

O aeroporto de Orlando, Orlando Sanford nos Estados Unidos, já é considerado o segundo maior aeroporto comercial do estado da Flórida, com mais de 250.000 decolagens e pousos por ano.

Como todos os aeroportos, Orlando Sanford  atende os rigorosos critérios da Transportation Security Administration (TSA), agência de segurança dos Estados Unidos, que prevê o uso de câmeras de segurança e o monitoramento dos dispositivos de controle de acesso com câmaras de vídeo-vigilância em todas as portas e portões que conduz às pistas.

Originalmente, o aeroporto contava com um sistema de vigilância analógico. No entanto, com um alto nível de tráfego, as autoridades locais determinaram que a tecnologia analógica não assegurava o terminal de forma eficaz como um sistema de vigilância inteligente.

Diante disso, o aeroporto contratou uma empresa especializada em segurança que sugeriu sistema mais moderno, o protocolo de internet (IP), que é usado entre todas as máquinas em rede para encaminhamento dos dados.

Segundo Jerry Crocker, diretor de TI do aeroporto,  uma das razões por termos optado para o sistema IP foi à economia de custos. “Agora temos uma melhor qualidade de vídeo, com equipamentos fáceis de manter e que duram um longo prazo”, disse.

Segurança e alta definição

O aeroporto expandiu seu sistema de segurança muito além do que é exigido pelos regulamentos federais. No ano de 2014, cerca de 200 das 580 câmeras já estavam em locais exigidos pela TSA. O restante das câmeras estão em áreas que o departamento de TI define como potenciais pontos cegos.

O sistema de segurança se conecta em uma central que monitora ao vivo todas as câmeras de acessos. É possível também que os operadores possam rever os vídeos arquivados para investigações, além de agências federais como o FBI, TSA e funcionários da alfândega dos EUA poderem fazer cópias de filmagens especificas para análise.

Bill Stack, engenheiro sênior de software do aeroporto, explica que tudo é gravado em alta definição. “Quando damos zoom nas câmeras podemos identificar detalhes do rosto, logos de roupas e muito mais que não conseguíamos com as câmeras analógicas”, relata.

Curiosidades

Orlando Sanford, assim como outros aeroportos do mesmo porte passa por muitos eventos de segurança, desde passageiros que tentam passar com falsa identificação até análise do tráfego próximo ao aeroporto.

“Nós recentemente tivemos um episódio no qual uma pessoa era procurada internacionalmente e através do nosso software de reconhecimento, fomos capazes de identificá-la. A partir daí, entramos em contato com a segurança do estacionamento do terminal por meio do sistema de vídeo para que eles parassem e apreendessem o suspeito”, conta Strack.

As câmeras também captam os incidentes mais incomuns próximo a propriedade do aeroporto.

O diretor de TI, Jerry Crocker conta que câmeras em HDTV foram colocadas no topo da torre de celular do aeroporto, dando uma excelente vista panorâmica do campus e das propriedades ao redor. “Certa vez, alguns adolescentes estavam fugindo da polícia depois de quebrar janelas na ferroviária localizada no prédio vizinho. Eles se esconderam deitando no topo de um vagão de trem sem que a polícia pudesse vê-los. Nossos seguranças os avistaram pelas câmeras e avisaram a polícia”, lembra Crocker.

Starck acrescenta: “uma grande coisa que nosso sistema de vigilância IP nos fornece é que, quando algo acontece, o vídeo aparece em nossos mapas de controle e isso nos dá uma transmissão ao vivo que não iríamos conseguir com nosso sistema anterior”, finaliza.

 

Redação Embarque com informações da Airport Magazine

(Visited 865 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 3136-0953

Whatsapp: (11) 96948-7446

Comentários


WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com