Aviação doméstica e internacional registra novo crescimento

Estudo da IATA destaca que as empresas aéreas voltarão aos padrões normais neste ano.

Por: Redação da Revista Embarque - 5 de fevereiro de 2024

Foto: Freepick

A recuperação das viagens aéreas na América Latina e em outros países do mundo seguem a todo vapor e os indicadores de dezembro de 2023 se aproximam ao período pré-pandemia. É o que aponta o relatório da IATA (Associação do Transporte Aéreo Internacional, que representa a indústria da aviação), divulgado no último dia 2 de fevereiro.

Segundo o estudo, o tráfego total em 2023 (medido em passageiro pagante por quilômetro, ou RPKs) aumentou 36,9% em relação a 2022. Globalmente, o tráfego anual atingiu 94,1% dos níveis de 2019 (pré-pandemia).

Já o tráfego internacional aumentou 41,6% em relação a 2022 e atingiu 88,6% dos níveis de 2019. Já o doméstico aumentou 27,0% em relação ao mesmo período do ano anterior e ficou 2,3% acima de 2019.

“As companhias aéreas voltarão aos padrões normais de crescimento neste ano. A recuperação das viagens aéreas é uma boa notícia. A restauração da conectividade está impulsionando a economia global, permitindo que as pessoas viajem para fazer negócios, estudar, aproveitar férias, etc. Mas, para maximizar os benefícios das viagens aéreas no mundo pós-pandemia, os governos precisam adotar uma abordagem estratégica. Isso significa fornecer infraestruturas econômicas para atender à demanda, incentivar a produção de combustível de aviação sustentável (SAF) para atender ao nosso objetivo de zero emissão líquida de carbono até 2050 e adotar regulamentos que garantam uma clara relação custo-benefício”, afirmou Willie Walsh, diretor geral da IATA.

(Visited 159 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com