Empresas aéreas reduzem operações e remarcam passagens sem custo

A ABEAR disse que as suas associadas já registram, em média, queda de 30% na demanda por voos domésticos.

Por: Viviane Barbosa, Redação Revista Embarque - 16 de março de 2020

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) está impactando o mercado da aviação não só no mundo, mas principalmente aqui no Brasil. A  Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) disse que as suas associadas já registram, em média, queda de 30% na demanda por voos domésticos e redução de 50% nas viagens internacionais, em relação ao mesmo período do ano passado. (foto: Infraero)

“Esse sistema que identifica o ritmo de comercialização de bilhetes aéreos é utilizado em todo o mundo, o mesmo que tem feito companhias estrangeiras e nacionais anunciarem suspensão de voos, entre outras medidas”, destaca nota da entidade.
As empresas aéreas GOL e Latam – da base da Abear – e  Azul divulgaram comunicados nesta segunda-feira (16) informando a redução do números voos e remarcação de passagens, em razão da epidemia de Covid-19 no país.
A  Azul confirma  queda na demanda gerada pela propagação do coronavírus, e disse que suspenderá as operações em algumas de suas bases. A companhia ressalta que já está em contato com os clientes impactados pelas alterações e ressalta que todos eles serão reacomodados em outros voos.

A Azul informa que estão suspensos os voos para Bariloche; de de 21 de março a 30 de junho: Bariloche; e de 23 de março a 30 de junho para Lages; Pato Branco; Toledo; Ponta Grossa; Guarapuava; Araxá; Valença; Feira de Santana; Paulo Afonso e Parnaíba.

Latam 

Devido aos  novos anúncios de fechamento de fronteiras de vários países e a consequente queda na demanda, LATAM Airlines Group S.A. e suas subsidiárias informaram que reduzirão sua capacidade em 70%, medida corresponde a uma redução de 90% em seus voos internacionais e 40% nas operações domésticas do Grupo.

“Tomamos essa decisão complexa devido à impossibilidade de voar para grande parte de nossos destinos devido ao fechamento de fronteiras. Se as restrições de viagens sem precedentes forem estendidas nos próximos dias, não descartamos sermos forçados a reduzir ainda mais nossas operações ”, disse Roberto Alvo, atual vice-presidente de negócios e próximo CEO.

O Grupo LATAM informou que todos os passageiros que possuem voos nacionais ou internacionais afetados, e que viajam a partir de hoje (16 de março de 2020), podem reagendar seu voo gratuitamenteaté 31 de dezembro de 2020.

Gol

Já a Gol, segue com as operações,  cumprindo os mais rigorosos padrões de segurança e confiante na mudança deste cenário. A empresa informa que caso o cliente opte por não viajar neste momento, as orientações para voos nacionais e internacionais marcados para até 14 de maio de 2020, são:

Cancelamento e crédito

O Cliente poderá cancelar sua viagem e manter o valor em crédito para voos futuros. O valor estará disponível integralmente por um ano, a contar da data da compra;

Remarcação

Se preferir, poderá remarcar sua viagem para qualquer período dentro de 330 dias, a contar da data da compra. A taxa de remarcação não será cobrada, incidindo apenas a diferença entre as tarifas, se houver;

Cancelamento e reembolso

Ao optar por cancelar viagens e solicitar reembolso, não haverá taxa de cancelamento. Contudo, a taxa de reembolso poderá ser cobrada, dependendo da regra da tarifa escolhida.

Compra com tranquilidade

Caso o Cliente Gol queira adquirir uma passagem, as políticas de cancelamento e remarcação descritas acima serão aplicadas para voos até 14 de maio de 2020.

(Visited 86 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 96948-7446

Whatsapp: (11) 96948-7446