Fraport apresentará em julho plano para retomada do aeroporto Salgado Filho

Prazo foi definido após reunião realizada entre representantes do Governo Federal e o CEO da concessionária

19 de junho de 2024

Em reunião realizada na teça-feira (18) no Palácio do Planalto com representantes da Fraport, concessionária responsável pelo aeroporto Salgado Filho, no Rio Grande do Sul, o Governo Federal, por meio do Ministério de Portos e Aeroportos e Comunicação Social, indicou que o diagnóstico da análise de recuperação do sítio aeroportuário será apresentado em quatro semanas. O prazo levou em consideração a análise técnica já iniciada no aeroporto sobre as condições de segurança da pista e dos demais equipamentos que foram atingidos pelas enchentes que atingiram a maioria dos munícipios do Estado.

Ministros falam sobre cronograma da retomada das operações no aeroporto Salgado Filho – Foto: Sérgio Francês/MPor

O ministro Silvio Costa Filho (Portos e Aeroportos) reafirmou o esforço que tem sido feito pelo governo e concessionária em buscar soluções para abertura da forma mais célere possível. No entanto, segundo ele, o mais importante nesse momento é garantir a segurança dos profissionais e dos passageiros do transporte aéreo. “É importante que fique claro para a sociedade brasileira que nós estamos lidando com a segurança aeroportuária, nós estamos lidando com vidas. Seria um erro de avaliação a gente permitir, através da ANAC, qualquer retomada de operações de voos sem a gente poder ter a segurança da pista”, enfatizou.

De acordo com o ministro Paulo Pimenta (Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul), o prazo para apresentação do diagnóstico foi ajustado com o CEO global da concessionária. Pimenta também falou sobre a expectativa de reabertura do terminal, que, inicialmente, quando ocorrer, deverá ser feita de forma gradual. “O executivo foi muito categórico em afirmar o compromisso da empresa em permanecer trabalhando para que o aeroporto possa, o mais rapidamente possível, voltar a funcionar. Possivelmente nós não vamos voltar com o aeroporto funcionando 100% na sua capacidade. Isso é absolutamente compreensível e natural. Agora nós precisamos e insistimos na ideia, é isso que pensa o governo brasileiro, que nós precisamos que o aeroporto reabra em condições de segurança o mais rapidamente possível”, destacou.

Primeiras aeronaves começam a ser retiradas do Aeroporto Salgado Filho após a inundação – Foto: Foto: Divulgação/Fraport Brasil

O aeroporto Salgado Filho está completamente fechado desde o dia 3 de maio, quando o terminal foi totalmente atingido pelas enchentes. Para atender aos moradores que precisam acessar o estado, o Governo Federal abriu a Base Aérea de Canoas para a aviação comercial, disponibilizando 5 voos diários. Até o final da próxima semana, a previsão é que o aeródromo dobre a capacidade operacional, passando para 10 frequências por dia.

Retomada do terminal de cargas

Foto: Fraport

No último dia 11, o aeroporto Salgado Filho retomou as operações do terminal de cargas, para o recebimento e retirada de mercadorias por transporte rodoviário. Para voltar a funcionar, o local foi vistoriado e recebeu a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Receita Federal e da Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) do Ministério da Agricultura e Pecuária.

(Visited 142 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com