México lança programa para reduzir filas nos aeroportos

20 de dezembro de 2013

“Passageiros confiáveis” pré-cadastrados passarão por quiosques automatizados ao invés de serem entrevistados pela Polícia Federal.

A Secretaria de Turismo (Sectur) de México lançou o programa “Passageiro confiável” que permite a alguns passageiros a entrada rápida e segura no país sem fazer fila ou ter que passar pela Polícia Federal. O programa só é aplicado aos passageiros que, após passarem por uma fase de estudo de seus perfis, são considerados de baixo risco pela Secretaria. Após isso, os viajantes já poderão entrar no país passando apenas por quiosques automatizados. (fotos: Programa Viajero Confiable México / Divulgação)

O projeto pertence a um acordo de colaboração entre México e os EUA e tem a intenção de fortalecer a segurança e aumentar o intercâmbio econômico entre ambos os países. Ao todo, 30 mil cidadãos estadunidenses entrarão em México através do programa, segundo as previsões do Governo.

Atualmente, a primeira fase do programa já está sendo implementada no Aeroporto Internacional da Cidade do México, no Los Cabos International Airport e no Cancun International Airport.  Nos três aeroportos foram instalados 14 quiosques automatizados e seis postos de inscrição.

viajero confiablePosto de inscrição do programa “Passageiro confiável” 

Para poder ser qualificado como um “Passageiro confiável” é preciso ser maior de 18 anos e ter a nacionalidade mexicana ou ser estadunidense pertencente à Global Entry – como é chamado o mesmo programa nos EUA. O Global Entry foi implantado há dois anos em 44 aeroportos dos EUA e atualmente mais de 35 mil mexicanos estão inscritos no mesmo.

O passageiro também terá que pagar uma taxa de 1,327 pesos -o equivalente a 250 reais- e a vigência do programa é de cinco anos. Porém, são realizadas verificações periódicas para checar se os passageiros continuam cumprindo os requisitos durante esse tempo.

O Sectur confirmou a colaboração com o Governo Federal mexicano na verificação de dados: “Dentro do Programa, o Serviço de Administração Tributaria (SAT) colabora com diferentes órgãos do Governo Federal na consulta sobre os candidatos que solicitem o serviço assim como no posterior processo de verificação, que assegura que o candidato continue cumprindo os requisitos para ser considerado passageiro confiável”.

Salvador Sánchez Estrada, o subsecretario de Planejamento Turístico do México, assegurou que o programa melhorará o fluxo de passageiros no país. “Agora se agilizará o tráfego de turistas e visitantes nos terminais dos aeroportos, o que permite a México estar na vanguarda através da última tecnologia, o que ajuda a evitar filas e melhorar a seguridade entre México e os EUA”, afirmou Sánchez Estrada.

Ana Abril com informações do Economista e de El Imparcial 

Ana Abril (90 Postagens)

Estudante do último ano da dupla graduação em Jornalismo e Comunicação Audiovisual. Mora em Praga, na República Tcheca. Colunista da Revista Embarque.


Redação Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Fone: (11) 3101-1912

Comentários