Shanghai’s Airport é o mais rápido na emissão de vistos no mundo

21 de novembro de 2013

Os dados são de um estudo realizado pelo Airports Council International.

O Shanghai’s Pudong International Airport, em Xangai na China, possui os controles de vistos mais rápidos entre os aeroportos mais importantes do mundo. Os dados são de um estudo realizado pelo Airports Council International (ACI), a única empresa representante de aeroportos mundial. A ACI testou mais de 100 importantes aeroportos em todo o mundo e classificou o Shanghai’s Pudong International Airport como o campeão quando o assunto é o “menor tempo de espera no controle de vistos”. (fotos: Divulgação)

Para conseguir receber entre 70 e 90 passageiros por minuto, o Shanghai’s Pudong International Airport possui um sistema eletrônico avançado para monitorar o fluxo de passageiros. Além disso, os policiais que controlam a movimentação de pessoas recebem treinamento toda semana. Quase 70 mil pessoas passam pelo Shanghai’s Pudong International Airport a cada dia, sendo que o recorde histórico foram 95 mil pessoas.

O Seúl Incheon International Airport, em Seul na Coreia do Sul, e o Beijing Capital International Airport, em Pequim na China, ocupam a segunda e terceira posições no ranking de rapidez, respectivamente.

Aéroport_international_de_Genève Genève Aéroport, em Genebra na Suíça

Auto check-in de bagagem

Já no Genève Aéroport, em Genebra na Suíça,  a prioridade é diminuir o tempo de espera para o embarque. Para isso, foi realizada uma parceria com Airline Swiss, que abriu as três primeiras máquinas automáticas de check-in de bagagem no mundo.

Os primeiros resultados, após seis dias de funcionamento, mostram que os passageiros que usaram as máquinas demoraram dois minutos para completar o check- in. O serviço pertence a um plano do aeroporto para conseguir “Uma viagem sem problemas”. O objetivo é reduzir o tempo de espera dos passageiros e fazer o caminho desde a entrada ao aeroporto até o avião mais fácil.

O funcionamento da máquina é simples: o passageiro tem que colocar a mala numa janela com um leitor de peso. O sistema pesa a mala, imprime um ticket e envia a informação para uma zona de classificação de bagagem. As máquinas serão experimentadas durante seis meses e se o serviço continuar sem apresentar problemas, as máquinas serão implantadas em outros aeroportos.

Ana Abril com informações do Shanghai Daily e agências

(Visited 153 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 96948-7446

Whatsapp: (11) 96948-7446