Privatização dos aeroportos brasileiros é tema do podcast Embarque 360º

O entrevistado é o presidente do Sindicato Nacional dos Aeroportuários, trabalhador na Infraero, Francisco Lemos

Por: Redação Revista Embarque - 1 de junho de 2021

Está no ar mais um episódio da primeira temporada do Podcast Embarque 360º. Toda semana, o programa aborda temas interessantes do mundo do trabalho da aviação e novidades  tecnológicas implementadas pelos aeroportos no Brasil e no mundo.

Apresentado pela jornalista e editora da Revista Embarque, a podcaster Viviane Barbosa, o episódio fala sobre os impactos da privatização dos aeroportos brasileiros. Recentemente, o Governo Federal comemorou a venda de mais 22 aeroportos da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) para grupos privados estrangeiros, a venda totalizou R$ 3,3 bilhões. Para ter ideia desse montante, um apartamento de alto luxo custa R$ 10 milhões nas zonas nobres de São Paulo e Rio de Janeiro, isso significa que cada aeroporto custou o equivalente a 15 desses imóveis.

“Mas será que vender o patrimônio da Infraero, considerada internacionalmente com alto nível de excelente aeroportuária, é de fato um bom negócio para o Brasil?” Quais serão as consequências para quem usa o aeroporto e para quem trabalha nele?” são os temas centrais do programa.

O convidado para esse bate-papo descontraído é o presidente do Sindicato Nacional dos aeroportuários (SINA), Francisco Lemos. Ele trabalha na Infraero há 30 anos  no Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado na cidade de Guarulhos — maior complexo aeroportuário do Brasil hoje administrado pela concessionária GRU Airport.  O SINA representa os funcionários da Infraero e das concessionárias que administram os aeroportos no país.

Em entrevista ao Podcast Embarque 360º, Lemos disse que não é contra a iniciativa privada explorar os aeroportos, mas defende que esses grupos estrangeiros deveriam somar e não pegar o que está pronto e que funcionava de forma integrada no país. “Muita gente está comemorando, mas as operações são sentidas por lojistas, passageiros e taxistas. O granito está bonito, mas a operação do tráfego aéreo está comprometida. A Infraero ainda detém o maior know-how de aeroportos do mundo, com atividade reconhecida internacionalmente”, alerta o dirigente.

Lemos também falou sobre os desafios da retomada do mercado da aviação na pós-pandemia e deu dicas de filmes e séries para quem é apaixonado pelo mundo da aviação. O programa está imperdível!

Embarque com gente!

 

Ouça o Episódio:

(Visited 98 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 96948-7446

Whatsapp: (11) 96948-7446