Pilotos e comissários fazem paralisação em defesa de direitos

Segundo informações da imprensa a paralisação atingiu 17 aeroportos em todo o país

20 de dezembro de 2022

Fotos: SNA

FOTO: SNA

O motivo da paralisação é que não houve acordo nas negociações, confira abaixo nota do Sindicato Nacional dos Aeronautas:

Nota ao público – Paralisação de pilotos e comissários

O Sindicato Nacional dos Aeronautas informa que comandantes, copilotos e
comissários das empresas de transporte aéreo regular de passageiros e cargas
decidiram fazer greve.

Em assembleia da categoria, realizada nesta quinta-feira (15), pilotos e comissários de
voo deliberaram por aprovar a deflagração de greve com início no dia 19 de dezembro
de 2022 das 6h às 8h, nos aeroportos de São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Porto
Alegre, Brasília, Belo Horizonte e Fortaleza, por tempo indeterminado, devido à
frustração das negociações da renovação da Convenção Coletiva de Trabalho.

Em respeito à sociedade e aos usuários do sistema de transporte aéreo, os aeronautas
farão a paralisação somente por duas horas, sendo assim todas as decolagens iniciarão
após às 8h. No entanto, todos os voos com órgãos para transplante, enfermos a bordo,
e vacinas, não serão paralisados.

Os aeronautas reivindicam recomposição das perdas inflacionárias, além de ganho
real, tendo em vista os altos preços das passagens aéreas que têm gerado crescentes
lucros para as empresas. Reivindicam ainda, melhorias nas condições de trabalho para
renovação da Convenção Coletiva de Trabalho, como a definição dos horários de início
de folgas e proibição de alterações nas mesmas, além do cumprimento dos limites já
existentes do tempo em solo entre etapas de voos.

Porém, a proposta feita pelo sindicato patronal não atendeu às reivindicações dos
aeronautas, e, portanto, a negociação viu-se frustrada.
Em nome dos aeronautas, o Sindicato ressalta que a preocupação primordial é com o
respeito aos passageiros e com a segurança de todos.

A categoria conta com o apoio da sociedade e com o bom senso das empresas aéreas
para que transtornos sejam evitados.

Diretoria do Sindicato Nacional dos Aeronautas

Redação: Revista Embarque com informações do Sindicato Nacional dos Aeronautas

(Visited 149 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com