ANAC adere ao programa da IATA que incentiva ampliação de mulheres na aviação

Dados levantados pela OACI apontam que a participação feminina representa menos de 5% da força de trabalho mundialmente

Por: Redação da Revista Embarque - 8 de julho de 2023

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) apresentou no Global Aviation Gender Summit, conferência sobre equidade de gênero promovida pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI),  suas experiências e iniciativas para aprimoramento da equidade de gênero, para trazer mais mulheres para o setor da aviação civil em todos os níveis organizacionais. 

Além de contar com um Comitê de Equidade formalmente instituído, em junho a ANAC tornou-se a primeira agência reguladora de um país das Américas a aderir ao 25by2025, iniciativa da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) que incentiva empresas e organizações do setor aéreo a ampliar a representação feminina em cargos de destaque. 

A participação da Agência na conferência demonstra a preocupação do órgão em engajar ativamente com iniciativas de inclusão e diversidade, reiterando a importância da atuação estatal, interna e externamente, para a construção de uma sociedade mais justa e receptiva. 

 Sobre o Global Aviation Gender Summit e a representação feminina na aviação 

Dados levantados pela OACI apontam que a participação feminina em profissões da aviação representa menos de 5% da força de trabalho mundialmente existente. Projeções da Organização indicam que, mantidas as taxas de crescimento atuais, uma distribuição equitativa entre gêneros seria alcançada apenas em 450 anos. 

Os dados demonstram que a baixa representatividade feminina na aviação civil representa um desafio na promoção da diversidade, tendo efeitos negativos inclusive sobre o crescimento do setor.  

Global Aviation Gender Summit, cuja primeira edição foi realizada em 2018, é uma iniciativa para ampliar a representação feminina na aviação, reunindo autoridades internacionais da aviação e grandes atores em áreas educacionais e trabalhistas, entre outros setores, que trabalham com as questões de gênero e diversidade no ambiente corporativo. O objetivo é discutir os desafios e oportunidades de inclusão e equidade de gênero na aviação civil internacional, delineando estratégias e planos para garantir um modal cada vez mais inclusivo. 

(Visited 128 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com