Bagagem de mão terá fiscalização mais rigorosa nos aeroportos

Caso bagagem esteja fora das dimensões permitidas, passageiro terá que despachar a mala

12 de abril de 2019

reprodução/bando de imagens

O  tamanho da mala de bordo, em voos nacionais, passou a ser fiscalizado com mais rigor pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

A partir de agora, antes de passar pelo raio x, os passageiros encontrarão uma área de triagem, onde haverá uma caixa que servirá como gabarito para atestar se as malas estão dentro das dimensões permitidas – se não estiverem, o viajante terá de voltar ao check-in para despachar os pertences, ficando sujeito ao pagamento da taxa estipulada pelas companhias.

Segundo a Abear, o objetivo da fiscalização é agilizar o fluxo dos passageiros nas áreas de embarque e nas aeronaves para evitar atrasos. As companhias alegam que, desde que despacho das bagagens começou a ser cobrado, muitos passageiros passaram a levar para a cabine do avião malas maiores do que o tamanho estipulado, o que gera falta de espaço na aeronaves. Com isso, a companhia tinha que despachar algumas malas para poder decolar, atrasando o voo.

A fiscalização começou no dia 10 de abril nos aeroportos de Brasília (DF), Campinas/Viracopos (SP), Curitiba (PR) e Natal (RN), e, até o dia 24 de abril, deve atingir outros 11 complexos aéreos de todo o Brasil: Belo Horizonte (BH), Fortaleza (CE), Recife (PE), Salvador (BA), Belém (PA), Goiânia (GO) e Porto Alegre (RS), além dos aeroportos paulistas de Congonhas e Guarulhos e dos cariocas Santos Dumont e Galeão.

Como deve ser a mala de mão?

A bagagem de mão deve ter até 55 centímetros de altura, 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade – incluindo alça, bolsos e rodinhas -, dimensões que seguem os padrões da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês). Também há um peso máximo estabelecido: dez quilos. Se a mala ou similar atender a essas especificações e couber na caixa-molde da área de triagem, o viajante poderá levá-la a bordo.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Redação Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Fone: (11) 3101-1912

Comentários