Hangar da Azul completa três anos

O local tem uma área de 35 mil m² em Campinas e foi criado com capacidade para atender duas aeronaves widebody ou oito narrowbody

Por: Redação da Revista Embarque - 27 de março de 2023

A empresa área Azul comemora três anos de funcionamento do seu Hangar que tem oferecido aos passageiros usufruir de um sistema de Wi-Fi grátis a bordo, o que é considerado um marco na aviação comercial. O que poucos sabem é que, por trás da tecnologia que permite o melhor serviço de entretenimento, há um grande investimento da Azul em tecnologia e desenvolvimento da mão de obra brasileira realizados no Hangar da empresa, que completou três anos neste mês de março. (Foto: Azul) 

“O processo de instalação de Wi-Fi exigia o envio das aeronaves para os Estados Unidos, o que representava um alto gasto com logística e modificação, deslocamento de tripulantes e consumo de combustível. Nós trouxemos este processo para dentro do hangar, o que gerou uma grande economia para a empresa, desenvolveu mão de obra nacional e criou novos empregos aqui. Além da eficiência, já que, ao internalizar modificação, reduzimos de quinze para sete dias o tempo gasto no processo de instalação”, afirmou Antonio Eick, Gerente Geral de Manutenção do Hangar da Azul.

O hangar fica localizado em uma área de 35 mil m² em Campinas e foi criado com capacidade para atender duas aeronaves widebody ou oito narrowbody simultaneamente em heavy maintenance. Hoje tem capacidade produtiva para atender 3 linhas de heavy maintenance, uma linha para modificações e duas linhas de paradas especiais. Além de receber aeronaves para manutenção, o complexo conta com espaços como um pátio de manobras, áreas de abastecimento e lavagem de aeronaves, além de 13 oficinas, entre elas a de motores, baterias, oxigênio e equipamento de emergência, criadas ao longo destes três anos.

No início da operação em 2020, o hangar de Viracopos foi utilizado para a preservação da frota, em função da crise decorrente da pandemia causada pelo novo coronavírus. Com a retomada, o complexo se tornou referência em produtividade nas tarefas de manutenção. Já foram realizados 71 heavy checks, que são as manutenção pesadas com maior complexidade, e 1306 paradas especiais e minor checks. Chama atenção também os números das oficinas. Neste período foram liberadas da oficina de rodas e freios mais de 13.500 rodas e 780 freios.

“Estamos comemorando três anos do hangar e nesse período a gente conseguiu desenvolver, além de três linhas de manutenção, certificações especiais em testes não destrutivos, capacitação para executar upgrades nas aeronaves, para atender a diversidade da nossa frota, além de várias oficinas que se vem se desenvolvendo de forma crescente. Nossa oficina de pintura é exemplo de sustentabilidade. Nossas cabines possuem sistemas de circulação e filtragem de ar atendendo as normas ambientais e de saúde. Contamos, por exemplo, com um laboratório para materiais e processos onde desenvolvemos tecnologias para suportarem nossa manutenção. Geramos mais de 400 empregos diretos e indiretos e a cada ano vamos trabalhar para oferecer mais ao país”, finalizou Eick.

(Visited 169 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com