LATAM contrata mais mulheres para cargos de piloto de aeronaves

As três áreas que mais receberam novos funcionários foram Aeroportos, Tripulação de Cabine (comissários) e Manutenção.

6 de fevereiro de 2024

A cada ano, a LATAM vem contratando mais mulheres no Brasil para os cargos de comandante e copiloto de suas aeronaves. É o que indica o levantamento da companhia aérea sobre seus processos seletivos de 2023. Apenas no último ano, a LATAM contratou 44% do total de mulheres nesses cargos em sua equipe. O número representa 12% do total de pilotos, somando ambos os sexos, contratados em 2023 pela empresa.

“A LATAM está cada vez mais comprometida em criar um ambiente de trabalho justo e inclusivo. Nesse contexto, estamos ampliando a presença de grupos minorizados em nosso quadro de colaboradores do Brasil com avanços ano após ano. O fato de termos quase dobrado nosso quadro de pilotos mulheres na empresa no último ano e atingido a meta inédita de 5% de contratações de pessoas com deficiência nos mostra que estamos avançando nesse caminho”, comenta Jefferson Cestari, diretor de Recursos Humanos da LATAM Brasil.

No quadro total, a LATAM contratou mais de 3 mil profissionais no Brasil em 2023. As três áreas que mais receberam novos funcionários foram Aeroportos, Tripulação de Cabine (comissários) e Manutenção.

O compromisso da companhia com o aumento da representatividade de grupos minorizados no mercado de trabalho qualificado é demonstrado também na contratação de 48% de seu quadro de pessoas com deficiência (PcD) tendo ocorrido nos últimos dois anos. A LATAM encerrou 2023 se tornando a primeira aérea do País a contar com 5% de PcD em seu quadro de funcionários.

Além disso, a companhia encerrou o ano com 18% de representatividade negra no grupo de tripulantes de cabine, número 4% superior ao de 2022.

Outra importante marca atingida em 2023 pela LATAM foi o total de 42 pessoas trans contratadas no Brasil. As áreas com maior representatividade trans na companhia são Aeroportos, Tripulação de Cabine (comissários) e cargas.

Samanta Chan e Kelie Dewulsky são pilotas LATAM

Para se tornar mais diversa e inclusiva, a LATAM vem trabalhando em diversas frentes, como na capacitação para sensibilização de todos os colaboradores sobre o tema diversidade, implantação de processos seletivos inovadores e, finalmente, na definição de seus compromissos de Diversidade e Inclusão. São eles: garantir a equidade de oportunidades e mais equilíbrio na representatividade de mulheres; ter representatividade de pessoas com deficiência; ampliar a heterogeneidade em áreas profissionais para aumentar o multiculturalismo e criar mais espaços para maior diversidade social, étnica, raça/cor, educacional, etária, de gênero, etc; e desenvolver uma cultura mais global e fortalecida pelas diferenças entre os colaboradores e colaboradoras do grupo LATAM.

(Visited 127 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com