Para reduzir custos, aéreas estão removendo monitores de entretenimento de bordo

Eles são as grandes atrações das aeronaves

Por: Vanessa Barboza, Redação Revista Embarque - 18 de outubro de 2019

Divulgação/Delta

Companhias aéreas dos Estados Unidos estão repensando o uso dos painéis de entretenimento a bordo – os monitores que ficam na parte superior das poltronas e que permitem ao passageiro assistir filmes, séries ou acompanhar o trajeto do avião por meio do mapa.

Segundo um relatório da Bloomberg, as três maiores empresas aéreas dos EUA, American Airlines, United Airlines e a Alaska Air  estão removendo os monitores de suas principais aeronaves.

Com os serviços de streaming e a conexão wi-fi a bordo, o uso de celulares e tablets dos próprios passageiros como fonte de conteúdo criou uma oportunidade para as empresas reduzirem gastos.

Comodidade e sustentabilidade

Mas calma, ainda há companhias que acreditam que esses dispositivos ainda são uma comodidade para seus clientes.

Indo na contramão da tendência, a também americana, Delta Air Lines, por exemplo, desenvolveu telas de tablet sem fio, chamadas de sistema IFE, permitindo que o dispositivo funcione sem estar preso no assento. Com ele, o passageiro poder segurar o aparelho nas mãos.

Segundo a Delta, a tecnologia de streaming sem fio permite a redução de cerca de 1kg de fiação por assento quando instalado em uma aeronave.

Com a novidade, de acordo com a aérea, a frota de aviões será capaz de reduzir cerca de 1.330 toneladas de emissões de carbono por ano. Será que a moda pega aqui no Brasil?

 

*Com informações da Época

(Visited 84 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 96948-7446

Whatsapp: (11) 96948-7446