“Para retomar o setor é urgente a vacinação para profissionais da aviação”, alerta ITF

A entidade internacional pede aos governos que sigam diretrizes da OACI para recuperação da aviação

Por: Redação Revista Embarque com ITF - 17 de março de 2021

Com a demanda de passageiros ainda em queda livre e as perspectivas de uma reviravolta no setor sendo dificultadas pelas restrições de viagens dos governos em função de novas variantes da covid-19, a Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes (ITF) está fazendo um apelo aos governos para a adoção de diretrizes atualizadas emitidas hoje pela Força-Tarefa para Recuperação da Aviação (CART) da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI).

“Há uma necessidade clara e urgente de priorizar a vacinação dos trabalhadores da aviação para agilizar o andamento dos programas de vacinação no mundo todo. Os trabalhadores da aviação no mundo inteiro estão exigindo prioridade”, diz Stephen Cotton, secretário-geral da ITF.

“Apoiamos as novas medidas da OACI em resposta à pandemia, em especial as que têm como objetivo protocolos de testes e vacinação para tripulantes e passageiros. Fazemos um apelo aos governos para que adotem rapidamente as diretrizes para tripulações aéreas, mas também estendam a priorização da vacinação a todos os trabalhadores da aviação, de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde.”

A ITF faz um apelo aos governos para que possibilitem a troca segura de dados sobre a covid-19 e a vacinação a fim de ajudar o desenvolvimento de padrões globais universalmente reconhecidos e aceitos para todos os passageiros e tripulantes, que obedeçam às mais rígidas regras de segurança e privacidade.

A Federação também louvou a recomendação da CART para facilitar o acesso internacional a unidades médicas e de treinamento, como centros de treinamento com simulação de voo usados por tripulantes e controladores de tráfego aéreo para manter suas certificações, experiência e proficiência.

A ITF também apoia a OACI no enfrentamento de obstáculos interdependentes nos transportes terrestres e aéreos para que suprimentos vitais de vacinas e outros produtos possam chegar aos países que deles necessitam, principalmente as nações abrangidas pelo programa COVAX, da OMS.

“Milhões de trabalhadores em transportes aéreos altamente qualificados que foram afetados por frotas proibidas de viajar, aeroportos com corte de pessoal e operações drasticamente reduzidas precisarão ser reintegrados com eficiência e eficácia à força de trabalho conforme as atividades forem retomadas”, diz Joseph Tiberi, presidente da Seção de Aviação Civil da ITF.

“Serão absolutamente essenciais aviso prévio, planejamento cuidadoso, coordenação estreita e diálogo entre empresas, governos e sindicatos. Insistimos para que os governos implementem as diretrizes da CART sobre treinamentos e, ao mesmo tempo, forneçam de maneira proativa planos e cronogramas relacionados à distribuição de vacinas e à flexibilização das restrições a viagens. Ambos permitirão que o setor se prepare de modo adequado para um aumento efetivo das operações a fim de atender à demanda reprimida e impulsionar a economia”, diz Tiberi.

(Visited 139 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 96948-7446

Whatsapp: (11) 96948-7446