Passageiros que viajam na 1º classe são odiados, aponta estudo americano

Segundo pesquisa, a presença de cabines luxuosas nas aeronaves desencadeia “raiva aérea”

Por: Revista Embarque - 11 de maio de 2016

Divulgação

Em alguns aeroportos, o embarque de passageiros da classe econômica cruza pela primeira porta do avião, onde há os luxuosos leitos da primeira classe. Baseado nisso, um estudo do Preceeding of the National Academy os Sciences, dos Estados Unidos, afirma que essa situação vem despertando o “ódio” de quem viaja na classe mais simples de uma aeronave.

A pesquisa foi feita com passageiros anônimos que viajaram com uma grande companhia aérea, que também não foi revelada. De acordo com o estudo, a simples presença de uma cabine de primeira classe em um avião está correlacionada com um aumento de quase quatro vezes na frequência de incidentes de “raiva aérea” entre os passageiros da classe econômica.

“Aviões são microcosmos de estratificação social, pois os usuários do setor mais barato são constantemente lembrados de sua condição social”, aponta o estudo.

Ainda segundo o estudo, o que mais irrita os passageiros da classe econômica é o tratamento diferenciado, os confortos extras, as regalias nos embarques e desembarques e, claro, a área exclusiva no avião onde os ocupantes de primeira classe viajam.

(Visited 383 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 96948-7446

Whatsapp: (11) 96948-7446