Chocolate faz mal ao pet: especialista explica

A intoxicação é o principal problema. Segundo a veterinária, Priscila Brabec, na Páscoa o risco aumenta, pois o consumo de chocolate tende a crescer.

Por: Redação Revista Embarque - 9 de abril de 2020

Neste domingo, 12 de abril, é comemorada a Páscoa. A palavra vem do hebraico “Pessach”, que significa “passagem”. (foto: freepick)

Para os judeus, a Páscoa é a comemoração da libertação de seu povo da escravidão do Egito. Já para os cristãos, a data simboliza a ressurreição de Jesus Cristo, três dias após a sua morte (Sexta-feira Santa).

Também é uma data para se deliciar com ovos de páscoa e chocolates!  Mas, o item que agrada o paladar dos humanos pode trazer sérios problemas para a saúde dos cães.

O alerta é da médica veterinária e Gerente de Produtos da Ceva, Priscila Brabec,que orienta que é melhor não dar chocolate para seu animalzinho.

“Duas substâncias presentes na composição do chocolate são responsáveis pela proibição, a cafeína e a teobromina. No organismo dos cães a metabolização desses itens é mais lenta, o que torna maior o risco de intoxicação. Vale ressaltar que todos os tipos de chocolate têm essas substâncias em sua composição, por isso todos são perigosos para o pet”, explica.

Intoxição

A intoxicação é o principal problema para os pets. Segundo a veterinária, na Páscoa o risco aumenta, pois o consumo de chocolate tende a crescer.

“Além disso, no cenário atual, onde os tutores estão passando mais tempo em casa, o cão pode ter acesso mais fácil ao item, seja por conta de uma migalha encontrada no chão, pelo consumo de um pedaço oferecido pelo tutor ou por um pedaço que ele alcançou na mesa, por exemplo”, conta.

Chocolates para pets

Perguntada sobre os chocolates fabricados para pets, a Dra Priscila Brabec conta que esses produtos  têm uma série de diferenças em relação ao consumido pelos humanos, a principal é a ausência de cacau e açúcar.

“O consumo é permitido, mas é importante que o tutor busque orientação com o veterinário sobre quais tipos de snacks são indicados para o pet”.

Recomendações

Caso o pet tenha consumido chocolate tradicional, a orientação da médica veterinária é entrar em contato com o médico veterinário de sua confiança e seguir as orientações do profissional.

“Caso ele tenha excitação, respiração ofegante, diarreia, náuseas, vômito e arritmias cardíacas. É importante ressaltar, caso o pet apresente qualquer sintoma, o tutor deve levá-lo imediatamente ao veterinário”, concluiu.

(Visited 94 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 96948-7446

Whatsapp: (11) 96948-7446