Novo aplicativo quer reduzir contaminação de COVID-19 nos aeroportos

A previsão é que o APP esteja disponível no primeiro trimestre de 2021 para Android e iPhone.

Por: Viviane Barbosa, Redação Revista Embarque - 21 de dezembro de 2020

Já imaginou um aplicativo de celular no qual você possa usá-lo como passaporte, fazer direto seu check-in de embarque  – não precisando mais fazer contato com o auxiliar de aeroporto ou digitar no totem da empresa aérea – e ter acesso ao resultado do teste de COVID-19. Essas e outras funções farão parte do IATA Travel Pass, que está sendo elaborado pela IATA (sigla em inglês da Associação Internacional de Transporte Aéreo), que  representa 290 companhias aéreas, que compõem 82% do tráfego aéreo global.

O medo dos passageiros em contrair a COVID-19 é o que motivou a IATA a desenvolver esse aplicativo. Uma pesquisa realizada pela entidade internacional em setembro mostrou que 70% dos passageiros estavam preocupados com a contaminação do novo coronavírus ao entregar seu passaporte, telefone ou cartão de embarque aos agentes da companhia aérea; pessoal de segurança ou funcionários do governo no aeroporto. (foto  Oleg Magni | Pexels)

Segundo o levantamento, 85%  disseram que se sentiriam mais seguros com os processos sem contato em todo o aeroporto, e  44% dos viajantes informaram que desejam compartilhar dados pessoais para permitir o processo sem contato — um aumento significativo em relação aos 30% registrados em junho.

Informações sobre Vacinação

O passageiro também poderá consultar pelo APP os requisitos regulatórios de entrada nos países, bem como os locais dos laboratórios, disponibilizar sua identidade digital e até compartilhar resultados de testes da COVID-19 durante a viagem.

Atualmente, a principal vacina exigida para a entrada em alguns países é contra a febre amarela e a contra a COVID-19 será a próxima.

De acordo com o Regulamento Sanitário Internacional (RSI), essas exigências são gerenciadas com o “cartão amarelo” ou Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) está desenvolvendo padrões digitais para aumentar a segurança e reduzir drasticamente as fraudes que envolvem esses certificados de vacina.

O novo aplicativo da IATA promete reunir essas informações globais.

Proteção de Dados

 O diretor geral e CEO da IATA, Alexandre de Juniac, informa que o sistema da IATA Travel Pass está sendo construído considerando a segurança de dados e o sistema usará o passaporte eletrônico emitido pelo governo local e depois criará uma credencial digital de viagem de acordo com os padrões desenvolvidos pela Organização da Aviação Civil Internacional  (OACI).

O aplicativo usará o recurso Secure Enclave nos aparelhos iPhone e uma tecnologia de criptografia de segurança semelhante nos dispositivos Android. “É uma solução em que viajantes e governos podem confiar”, disse o CEO.

 

Como ele funcionará?

Baixe o IATA Travel Pass gratuito em seu smartphone e faça login. 

Tire uma selfie com o smartphone.

Faça um teste de presença (liveness) seguindo as instruções na tela do telefone; por exemplo, mova a cabeça ou feche os olhos na frente da câmera.

 Digitalize os dados das duas linhas na parte inferior da página da foto do passaporte com seu smartphone e digitalize o chip de dados no passaporte conforme solicitado na tela.

A previsão é que o novo aplicativo esteja disponível no primeiro trimestre de 2021 para dispositivos Android e iPhone.

 

(Visited 139 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 96948-7446

Whatsapp: (11) 96948-7446