Voos podem registrar atrasos de até cinco horas no dia 22

15 de janeiro de 2015

O motivo é a greve anunciada pelos pilotos, comissários e agentes de check-in dos sindicatos filiados à FENTAC/CUT

Os aeronautas e aeroviários da base da Federação Nacional dos Trabalhadores em Transporte da CUT (FENTAC) anunciam paralisações e protestos no  dia 22 de janeiro (quinta-feira) em todos os aeroportos do País. A greve está prevista para acontecer das 6h às 7h da manhã e poderá ser por tempo indeterminado. Alguns dos aeroportos na base da entidade são: GRU Airport, Galeão, Santos Dumont, JK-BSB, Viracopos, Salgado Filho, Congonhas, Confins entre outros.

As categorias rejeitaram por unanimidade em assembleias realizadas nesta quarta-feira (14) a proposta de reajuste salarial de 6,5%, ou seja, apenas 0,16% de aumento real oferecida pelo Sindicato Nacional das Empresas Aérea (SNEA), na última rodada de negociação da Campanha Salarial com a FENTAC– ocorrida na segunda-feira (12).

Os aeronautas também aprovaram a flexibilização da reivindicação de 9% de aumento nos salários e benefícios para 8,5%. A maioria dos aeroviários também aprovou o mesmo índice. O Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA/CUT), que representa a categoria em 22 estados, termina suas assembleias nesta quinta-feira (15). As categorias reivindicam melhores condições de trabalho, bem como escalas que gerenciem a fadiga da tripulação e garantam a segurança de voo de todos.

Segundo o presidente da FENTAC/CUT, Sergio Dias, a nova reivindicação de 8,5% é uma forma de demonstrar boa vontade das categorias na negociação. “Está nas mãos das empresas aéreas evitar o potencial caos aéreo no dia 22 de janeiro no Brasil”, alerta Dias.

A greve dos trabalhadores na aviação civil poderá ser prorrogada, caso as empresas aéreas não apresentem uma nova contraproposta salarial. Uma nova rodada de negociação entre a FENTAC e o SNEA acontecerá na sexta-feira (16), às 14h30, na subsede do SNA, em São Paulo. 
 

Informe aos passageiros em rede nacional

Pensando no bem-estar dos usuários do transporte aéreo, o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA/CUT), que representa os pilotos, copilotos e comissários de voo, veicula a partir desta quinta-feira (15), nos principais meios de comunicação do País um informe publicitário sobre os motivos da greve, alertando aos passageiros para que não comprem passagens para o dia 22 de janeiro, das 6h às 7h da manhã, e, que se possível, antecipem suas viagens. “As categorias contam com o apoio da sociedade e com o bom senso das empresas aéreas para que transtornos sejam evitados”, destaca um dos trechos da nota ao público.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Federação Nacional dos Trabalhadores em Transporte da CUT (FENTAC)

(Visited 90 times, 1 visits today)

Redação Revista Embarque

Email: embarque@revistaembarque.com
Email: jornalismo@midiaconsulte.com

Fone: (11) 96948-7446

Whatsapp: (11) 96948-7446